domingo, 18 de julho de 2010

DESEJOS

Nem tudo pode ser
do jeito que a gente quer;
nem tudo o que se almeja
faz, de fato, bem à alma
edifica ou faz feliz,
seja você homem ou mulher!

Tudo doce, sem gosto,
azedo ou amargo é,
só depende de como se vê;
pior do que ser cego,
é não ser capaz de ver
com os olhos da fé!

Queira, lute, sim, pelo perene
esquecendo, por ora, a dor,
o fracasso, a indisposição;
seja Cristo e sua Palavra
tua bendita esperança,
e encha Ele, de paz, teu coração!


by, Enih Gil’ead

terça-feira, 13 de julho de 2010

Deus - Palavra Plural

Quanto à pluralidade da palavra "Deus", diríamos que, quando Deus diz: "Façamos o homem à nossa imagem", a idéia é que Deus, que é Espírito, tem preferência por não fazer as coisas sozinho; Ele sempre busca alguém para realizar o seus grandes feitos. Os profetas eram a boca de Deus, Daví foi o Seu cetro, a Bíblia escrita é a Palavra de Deus, os anjos sempre foram os Seus mensageiros e mesmo Cristo, o Verbo encarnado, é a visível personalização do nosso Deus.

Agora, o mais bonito disso tudo é a idéia de que Deus, quando disse: "Façamos o homem à nossa imagem..." Ele já contava com a participação do próprio homem no Seu processo criativo da humanidade, inclusive com respeito à transmissão da imagem, aparência e características genéticas pessoais! Na cultura judaica, os pais são considerados como "co-criadores" com Deus e devem ser respeitados como tal; ou seja; um desrespeito para com os pais equivale a um desrespeito para com Deus.

sábado, 12 de junho de 2010

Príncipe Encantado...

Meu príncipe encantado…
Diz a mocinha a sonhar!
Ansiedade, ansiedade,
um “eterno” esperar...

Esperar, esperar,
até mesmo procurar,
pelo príncipe encantado,
e seus sonhos realizar!

De repente, o belo príncipe!
Doces palavras, gentil, romântico,
planos, sonhos, mais planos...
A moça, o castelo e o príncipe...
Com seu belo cavalo... Branco!

Mas, ao bater das tempestades,
o sol inclemente, as agruras da vida,
pouco a pouco se vão os sonhos...
Muitas mudanças!
Dizem que são coisas da vida...

Agora, do príncipe, nem tão belo assim,
calado, rude, amargo e impaciente...
Só maus tratos, desaforos, é o que se vê!
Do castelo, dos sonhos, e do encanto...
Só resta mesmo é o cavalo... Branco!

Onde está, pois, o engano e o erro?
Por quê o desabar dos sonhos e da própria vida...?
A Bíblia, com sabedoria, responde:
“Se o SENHOR não edificar a casa,
em vão trabalham os que a edificam!”



by, Enih Gil’ead

terça-feira, 25 de maio de 2010

Família, Projeto de Deus

O Salmo 128 nos fala sobre “a família – um projeto de Deus”. Andar por fé é uma aventura, sim, mas não nos moldes do mundo, onde não se sabe o que vai acontecer e nem como a ‘aventura’ vai acabar... Antes, a Bíblia nos promete que o homem que teme ao SENHOR é "bem-aventurado”; ou seja, terá sua “aventura bem sucedida”, porque Deus, em Cristo, é o Autor e também o Consumador da nossa fé!

“Do trabalho de tuas mãos comerás, feliz serás e tudo te irá bem”. Aqui Deus nos promete que teremos sempre trabalho, sustento, que seremos felizes e que tudo nos irá bem... Porém, “tua esposa, no interior de tua casa”, parece nos desqualificar e nos colocar em cheque, uma vez que as esposas de hoje estão, na sua quase totalidade, “longe de casa” (trabalhando fora), longe do marido, longe dos filhos e longe de Deus!

No projeto de Deus, ao homem cabe o sustento da família, enquanto que a esposa deverá estar em casa, sendo-lhe uma auxiliadora idônea (confiável), criando, educando e dirigindo os seus filhos. “Teus filhos... à roda da tua mesa”, nos deixa claro que os filhos “se nutrem” não só do pão material que os pais providenciam, mas, também, do próprio “alimento espiritual” com que se nutrem seus pais!

Meu irmão, minha irmã, CUIDADO! Quem tem estado encarregado da educação familiar e da alimentação espiritual de seus filhos? Quem tem sido ‘o modelo, o super-herói’ de seus filhos? LEMBRE-SE, as promessas de Deus para a família são tão maravilhosas quanto firmes... Mas, só para aquelas que andam de acordo com o modelo já estabelecido por Ele!


by, Enih Gil’ead

quinta-feira, 20 de maio de 2010

O SENHOR, Nossa Sombra

No Salmos 121, versos cinco e seis, nós temos duas afirmações por demais interessantes...

5 O Senhor é quem te guarda: o Senhor é a tua sombra à tua direita.
6 O sol não te molestará de dia nem a lua de noite.

a) O SENHOR é como a nossa sombra, à nossa direita; e, uma das características da nossa sombra é que ela simplesmente “não desgruda” de nós; nunca! Aonde quer que formos, ela sempre nos acompanhará; sempre ao nosso lado; muito embora nem sempre tão visível; porque, à medida que nos afastamos da luz, a nossa sombra vai se enfraquecendo... A um tal ponto esse enfraquecimento pode chegar, que dificilmente alguém poderia vê-la, ou mesmo percebê-la ao nosso lado. Mas, como no universo não existe sequer um ponto de trevas absolutas, pois Deus, que é a Luz do mundo, está em toda parte, ao lado de toda a Sua criação, nós sempre poderíamos perceber alguma sombra, ao nosso lado, ainda que muitíssimo fraca. Ainda conforme a Bíblia, trevas absolutas, total ausência de sombra, somente no inferno, quando da separação total e definitiva entre a criatura e o seu Criador, que é a Luz que alumia o mundo.

b) Muitas pessoas, quando lêem a palavra “molestar”, no verso seis, entendem que ali está dizendo que nós, os que procuramos servir a Deus, simplesmente não teremos que passar por assédios, provações, perturbações, enfermidades, problemas ou quaisquer dificuldades... E isso nem de dia e nem de noite! Ao passo que o real significado de “molestar”, aqui, é ser atacado e vencido. A Bíblia nos diz que o diabo anda ao nosso redor, o tempo todo rugindo como um leão e tentando nos tragar, molestar, e vencer; o que jamais acontecerá ao fiel crente no potente Deus de Israel, porque o nosso Deus estará sempre ao nosso lado, de dia e de noite. Ele não dorme e é Ele quem livra da queda os nossos pés e nos guarda! Aliás, foi o próprio Senhor quem nos disse: “No mundo tereis aflições; mas, tende bom ânimo; eu venci o mundo.” Isso é quase uma promessa de que teremos, sim, muitas e muitas lutas e dificuldades ao longo de toda a nossa existência; porém, se Ele venceu, todos nós, os que estamos guardados n’Ele, também venceremos! Aleluia!

by, Enih Gil’ead
O SENHOR, Nossa Sombra




5 O Senhor é quem te guarda: o Senhor é a tua sombra à tua direita.

6 O sol não te molestará de dia nem a lua de noite.



No Salmos 121, versos cinco e seis, nós temos duas afirmações por demais interessantes:



1) O SENHOR é como a nossa sombra, à nossa direita; e, uma das características da nossa sombra é que ela simplesmente “não desgruda” de nós; nunca! Aonde quer que formos, ela sempre nos acompanhará; sempre ao nosso lado; muito embora nem sempre tão visível; porque, à medida que nos afastamos da luz, a nossa sombra vai se enfraquecendo... A um tal ponto esse enfraquecimento pode chegar, que dificilmente alguém poderia vê-la, ou mesmo percebê-la ao nosso lado. Mas, como no universo não existe sequer um ponto de trevas absolutas, pois Deus, que é a Luz do mundo, está em toda parte, ao lado de toda a Sua criação, nós sempre poderíamos perceber alguma sombra, ao nosso lado, ainda que muitíssimo fraca. Ainda conforme a Bíblia, trevas absolutas, total ausência de sombra, somente no inferno, quando da separação total e definitiva entre a criatura e o seu Criador, que é a Luz que alumia o mundo.



2) Muitas pessoas, quando lêem a palavra “molestar”, no verso seis, entendem que ali está dizendo que nós, os que procuramos servir a Deus, simplesmente não teremos que passar por assédios, provações, perturbações, enfermidades, problemas ou quaisquer dificuldades... E isso nem de dia e nem de noite! Ao passo que o real significado de “molestar”, aqui, é ser atacado e vencido. A Bíblia nos diz que o diabo anda ao nosso redor, o tempo todo rugindo como um leão e tentando nos tragar, molestar, e vencer; o que jamais acontecerá ao fiel crente no potente Deus de Israel, porque o nosso Deus estará sempre ao nosso lado, de dia e de noite. Ele não dorme e é Ele quem livra da queda os nossos pés e nos guarda! Aliás, foi o próprio Senhor quem nos disse: “No mundo tereis aflições; mas, tende bom ânimo; eu venci o mundo.” Isso é quase uma promessa de que teremos, sim, muitas e muitas lutas e dificuldades ao longo de toda a nossa existência; porém, se Ele venceu, todos nós, os que estamos guardados n’Ele, também venceremos! Aleluia!



by, Enih Gil’ead

terça-feira, 18 de maio de 2010

Templo & Família

“Alegrei-me quando me disseram: Vamos à casa do SENHOR - Salmos 122:1”

A “casa do SENHOR”, na Bíblia, é muitas vezes chamada de “a casa do Pai”. É interessante notarmos que “na casa do pai” é onde se reúnem as famílias, ainda que somente ao final de cada dia, para terem a tão necessária refeição, para conversarem, para se alegrarem e também para se abrigarem das intempéries do clima e do tempo lá fora.

O salmista Davi, que escreveu o salmo citado acima, sabia muito bem o que era viver ao relento, cuidando do rebanho de seu pai, e não ter sequer onde se abrigar da chuva, do frio ou até mesmo da geada! Ele por certo se alegrava (e muito!) quando podia deixar o campo e voltar para a casa do seu pai; mas, o que ele fez questão de deixar registrado para nós, na Bíblia, foi a sua grande alegria em poder deixar para trás as responsabilidades, os problemas, e ir com a sua família e também com o povo à casa do Deus de Israel para adorá-lo, louvá-lo e cultuá-lo.

A Igreja, hoje, representa para o povo de Deus o que representava o Tabernáculo (ou, o Templo) para o povo de Israel nos dias de Davi. E, como Davi, nós hoje podemos dizer com toda alegria e sinceridade que o nosso grande e real prazer é estar na casa do SENHOR, nos encontrarmos com os nossos irmãos, conversar com o Pai e, assim, vivermos em família; a família de Deus, e também nossa! Aleluia!


by, Enih Gil'ead

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Caríssimos!

Temos o prazer de informar que a “Interlinear Hebraico-Português / Livros de Gênesis, Rute e mais alguns Textos Bíblicos Seletos – Com Transliteração” em sua VERSÃO IMPRESSA, se encontra à venda e à disposição do público no site Clube de Autores no link abaixo:
https://www.clubedeautores.com.br/backstage/my_books/published

O preço do livro impresso é apenas o custo da impressão, cobrado pelo Clube de Autores; não estamos cobrando nenhum centavo de royaties.

Damos muitas graças a Deus e também a todos os que tem cooperado conosco nesse grande, importante e prazeroso empreendimento!

PS.: Ajude-nos a divulgar esta obra falando deste lançamento com as pessoas de seu relacionamento, tais como: Amigos interessados, pastores, professores, alunos de teologia e etc.

Shalom,
Enih Gil’ead